12 setembro 2014

Em Busca do Perdão Divino


A Paz do Senhor!

Mais um fim de semana abençoado chegando! E para inicia-lo com o pé direito, após ter chegado de mais um culto cheio da presença do Senhor trago uma palavra que ao  abrir a minha Bíblia o Senhor me tocou.

I JO 1 , 8

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos e não há verdade em nós. Se confessamos os nossos pecados, ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (I JO 1, 8- 9).

Não adianta irmãos, todos nós somos pecadores. Erramos, desobedecemos e pisamos fora da linha, mas a grande diferença está em como agimos após pecar. Para facilitar o estudo de hoje vamos usar o exemplo de Judas e Pedro, discípulos de Cristo.

Pedro pecou ao negar Jesus e a blasfemar contra Ele, mas a palavra diz que ao perceber que pecou, Pedro chorou amargamente ( Lc 22,62) ele se arrependeu e pediu perdão. Para se alcançar o perdão divino pelos nossos pecados, antes de confessarmos temos de nos arrepender, e admitir nosso erro.

Lembram de Saul? Ele errava e não admitia. No fundo sabia que estava errado, mas “não dava o braço a torcer” e o Espírito Santo o abandonou. É necessário que você admita, se arrependa verdadeiramente e peça perdão, pois ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados.

Judas... Bom todos sabem o que ele fez, traiu Cristo. O pecado é isso, uma traição. Talvez se ele tivesse se arrependido e pedido perdão poderia ter alcançando a salvação, mas ele deu lugar a Satanás que começou a acusá-lo. Já pensou o que o inimigo pode ter dito a ele? Isso não podemos saber, mas foi o suficiente para que ele cometesse suicídio.

A diferença entre os dois é obvia, um abriu o seu coração e se reconciliou com Deus, o outro não.

Vale lembrar que não devemos cometer o mesmo erro várias vezes. Se pedirmos per dão de coração Deus nos concederá, mas porque insistir em sair da luz para as trevas? Limpe-se no sangue do cordeiro e esforça-te para não se sujar, você está no mundo mas não pertence a ele.

“Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.”(I JO 1, 7)


Ele te ama e que estar contigo sempre, porém pode ser esse pecado pequenininho que está impedindo a sua plena comunhão. Um conselho: lave-se no sangue do cordeiro, purifique-se no manancial de águas do Senhor e seja limpo(a) como Naama.


Fiquem com Deus e até a próxima!


6 comentários

  1. Belas palavras, espero que elas alcancem o objetivo que você deseja no coração das pessoas.
    Beijos, Kris Oliveira
    Click FB
    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda ! A paz do Senhor :)

    Bem , o pecado é algo muito complicado de se falar , porque se for ver bem tudo é pecado ! Até mesmo estar aqui perdendo tempo com internet é pecado . Mas Deus é grandioso em poder nos compreender e saber a intenção do coração , e quando verdadeiramente nos arrependemos somos perdoados por ele.

    Abraços | Ana Carolina
    #ClickFB | http://dezenove--primaveras.blogspot.com.br/2014/09/resenha-deixe-neve-cair.html

    ResponderExcluir
  3. Concordo qd diz que não adianta continuar com entendo os mesmo a erros, é um sinal de que a pessoa não se arrependeu dos erros que cometeu.
    O arrependimento tem que vir do coração, não é???
    Bjks
    #ClickFB
    http://www.sociedadedoesmalte.com.br/2014/09/beauty-fair-2014.html

    ResponderExcluir
  4. Só abrindo o coração de verdade temo o perdão !
    #ClickFB

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Se você persiste no pecado, certamente não se arrependeu. Precisamos nos arrepender de coração aberto, confessar e vivermos a cada dia em comunhão com Deus e os irmãos. Click FB

    ResponderExcluir
  6. Para perdoamos tem que ser de coração e ser sincero e não apenas de boca para fora
    Só abrindo o coração que iremos nos transformar e perdoar
    Perdoar é algo que hoje em dias poucos fazem

    #ClickFB

    blogdamiihs.blogspot.com

    ResponderExcluir